1 Quando eu estava aí



E eis que percebo que eu poderia ter te ligado naquela noite. Eu poderia ter te chamado para jantar. Jantar naquele restaurante de esquina perto do teatro, que você adora. Eu poderia ter te levado flores inesperadas, nem que fosse uma flor de laranjeira roubada da árvore vizinha. Eu poderia ter aceitado seu convite para vermos aquele filme meloso que você queria assistir, ao invés de dizer que só você escolhia. Poderia ter pego o carro e encontrado com você naquele dia que chorou ao telefone por uma besteira minha. Eu poderia ter comprado chocolates pra você, nem que fosse o mais singelo Bis. Poderia ter ido te buscar no trabalho de surpresa e dali pegarmos um cinema com um jantar no fim do dia. Poderia ter te tirado para dançar naquela festa que fomos, e sei que você gosta tanto, ao invés de ficarmos sentados com cara de enterro. Eu poderia ter feito inúmeras surpresas para você. Ou simplesmente ter feito mais proveito de você. Eu poderia ter te enviado uma cesta de café de manhã no nosso aniversário. Poderia ter planejado mais programas diferentes entre nós. Eu poderia ter atendido todas as suas ligações e, também, ligado mais vezes só pra dizer um simples “te amo”. Poderia ter ido àquele bar na Lapa que você sempre quis ir. Poderia ter experimentado comida janponesa com você, ao invés de recusar sem ao menos saber como é. Eu poderia ter tido menos vergonha e feito mais loucuras em público com você.  Poderia ter ao menos experimentado aquela camisa ridícula que você queria que eu comprasse, e dizia que ficava linda em mim. Poderia ter enfrentado meu medo de altura pra ir com você na montanha-russa daquele parque. Poderia ter olhado mais para você. Poderia ter te escutado mais. Poderia ter... Poderia... Poderia...

1 comentário(s):

Dani Atolin disse...

:n Parabéns, lindíssimo!

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p

P�gina Anterior Pr�xima P�gina Home
 

Copyright © 2013 Chocolate e Coca-Cola // Elaborado por Débora Oliveira