5 Acomode-se ou eternize-se


Tá legal, tá legal. Vocês lá, início de relacionamento. “Amor” pra cá, “chuchu” pra lá... Um sentimento enorme de “esse sim é de verdade”. Cuidado! Já me dizia um amigo meu: o amor atual é sempre o maior. E já parou pra pensar? Pense nos seus relacionamentos passados. Repare como o sentimento foi crescendo conforme chegavam amores novos. Pois é. Não é que cresce, é que o anterior diminui. Isso é pura lógica, gente!
Aí, no início é tudo um mar de rosas... Um amor incondicional, interminável, imutável, diferente, perfeito, maravilhoso, eterno... Peraí, ETERNO? Sinta tudo, só não se iluda pensando em eternidade. “Nossa, Débora, como você é racional e fria” – você deve pensar. Mas pensa comigo:

você não achou que seria eterno com todos os anteriores? Você não sentiu as mesmas coisas num início de namoro com todos os anteriores? “Sim, mas esse é diferente né...” – você tenta me convencer. ALÔU! Os outros também eram diferentes na época deles, esqueceu?
Ok, ok. Não vou negar que também penso assim, fico nas nuvens, sinto coisas, enfim. Mas eu tenho consciência de que TUDO pode acontecer. Enquanto tem muita gente que acredita fielmente na eternidade de um amor. Na verdade, estou sendo muito rígida. Quero dizer na eternidade do sentimento de início de um relacionamento. Amor pode e até acho que continue sim (dependendo dos casos), mas aquela coisa de feeling, paixão devastadora, empolgação... Esses aí eu de verdade evito mergulhar a fundo. Não quero desilusões futuras. Prefiro pensar assim e viver coisas boas pra frente (caso tudo isso exista) do que acreditar nesses “sentimentos eternos” e levar um tombo gigante. E no fundo, acho que não existe amor eterno, mas sim, acomodado.

“Felizes para sempre” de filme é muito fácil, porque o filme sempre acaba quando se anuncia o início do “sempre”. Queria ver durante o “sempre” deles pra ter certeza da felicidade anunciada. Infelizmente, é o que toda mulher sonha (eu também, não vou mentir), mas sinceramente, não acho que aconteça. Sapos não viram príncipes da noite pro dia. Sapo nasce sapo e continua sapo pra sempre. Príncipe nasce príncipe, mas nem sempre continua... Pense nisso.
Se você é mulher (ou não), minha amiga (ou não), leitora constante (ou não), não importa! Comente, conte histórias, opiniões, concorda ou discorda, enfim. =*



5 comentário(s):

Larissa Monteiro disse...

Curti muuuuito, acho que porque eu também tenho essa coisa de fazer ao máximo pra colocar os pés no chão. Parabéns. =))

Filipe Dias disse...

Ninguem deveria se acomodar mesmo. Eu não me acomodei, mas isso le vou para um opsto...

Gostei do texto

Ítalo Richard disse...

Ótimo texto e acho que vc está certíssima, o amor atual é sempre o maior. Isso me lembra aquela turminha jovem postando em seus perfis de orkut e afins, "Namorados para sempre", "Te amo eternamente", "amor da minha vida"...As vezes eu dou aquela risada maléfica, é tudo tão superficial. Para mim o amor é eterno enquanto durar, como já dizia o poeta.

abraço,
www.todososouvidos.blogspot.com

lollyoliver disse...

Nunca me acomodei.. Então curti demais o texto.. Enquanto os outros sonham com tudo maravilhoso eu sou muito pé no chão!
http://lollyoliver.wordpress.com/2011/09/05/cuidando-mais-de-mim/

Thay Tonon e Bru Souza disse...

Tem selinhos pra você no nosso blog :D
sz
http://chooseelas.blogspot.com/2011/09/novos-selinhos.html

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p

P�gina Anterior Pr�xima P�gina Home
 

Copyright © 2013 Chocolate e Coca-Cola // Elaborado por Débora Oliveira